Pesquisa

domingo, 6 de setembro de 2009

É fácil ganhar dinheiro do dia para noite?

bingo.jpg
Quem não deseja ganhar dinheiro sem fazer muito esforço? Todos querem ganhar muito dinheiro com pouco sacrifício, inclusive os que gostam de trabalhar muito, afinal quem não deseja estabilidade financeira? Isso é o que prometem muitos jogos de azar. Há pessoas que todos os dias jogam no Bicho ou fazem uma fé duas vezes na semana na Mega Sena. Mas será tão fácil ganhar essas premiações?
Vejamos por exemplo os Bingos:É um jogo muito popular, praticados nas escolas, nas igrejas e etc.
Os Bingos têm registros desde os séculos XIII e XIV na Itália, quando os membros da Câmara e do Senado eram sorteados. Os nomes dos membros eram colocados numa bola e sorteados numa urna. Em 1539, esse jogo passou a ser premiado.
No Brasil, em 1990, o Secretário Nacional de Esportes, Zico (o jogador de futebol), apresentou um projeto, que virou a Lei Federal 8.672 de 06 de julho de 1993, que institui o bingo e outros jogos similares permanentemente como fonte de recursos financeiros para aplicação no fomento do desporto.
Jogar Bingo não difícil, geralmente cada participante recebe (ou compra) uma cartela contendo 20 números não repetidos que variam de 1 a 90. Numa urna são colocadas 90 boladas, todas numeradas de 1 a 90, e é sorteada uma bola de cada vez até que alguém tenha uma cartela cujos números tenham sido sorteados.
Num bingo com numeração de 1 a 90 podem ser confeccionadas 4.399.019.937.598.588.626.825 (como será a leitura deste número?) cartelas diferentes com 24 números sem repetição. Para achar este número é só fazer uma Combinação de 90 agrupados 24 a 24:
Claro que se você for a um bingo não vai encontrar tanta gente portando todas essas cartelas, mas suponhamos que você vai ao bingo da igreja e lá tem 200 pessoas com 2 cartelas cada uma e você compra apenas uma cartela. Então, no jogo há 401 cartelas e a chance de você ganhar com essa cartela é:
Essa é a sua chance. Imagine se você participar de bingos que passam na televisão como Pernambuco dá Sorte.
Obs.: Estou levando em consideração a probabilidade de ganhar sozinho. A probabilidade de você ganhar junto com outras pessoas também pode ser considerada, fazendo com que as chances se alterem.
O mais legal é que no bingo o premio não acumula, alguém sempre ganha.




Outro jogo bastante popular é o do Bicho:
“O jogo do bicho surgiu no Brasil no início da República pelas mãos do Barão de Drummond, João Batista Viana Drummond. O aristocrata decidiu fazer uma campanha para conseguir reerguer o jardim zoológico de sua propriedade, em Vila Isabel, no Rio de Janeiro, que passava por dificuldades.
Assim, o barão listou os 25 animais existentes no espaço e lançou o jogo, estipulando quatro números para cada bicho, que formam as dezenas de 00 a 99. Esse critério é usado até hoje.
Inaugurado em 4 de julho de 1892, a imprensa e a alta sociedade carioca festejaram a novidade que o barão criou para atrair mais gente ao seu jardim zoológico, que tinha também restaurante, hotel e outros passeios”.
(Como Tudo Funciona, acessado em 6/09/09)
Existem várias formas de jogar no bicho:

Milhar na Cabeça

Vamos supor que você queira aposta o número 2009, você só ganha se o número for sorteado no primeiro prêmio. Como os números variam de 0000 a 9999, então há 10.000 possibilidades, logo a sua chance de ganhar é 0,01%. Veja:

Milhar do 1º ao 5º

Ainda com o número 2009, para apostar do 1º ao 5º prêmio, seu número deverá ser sorteado, como diz o tipo da aposta, em uma das 5 premiações. Pesquisei mas não encontrei algo falando se os números podem repetir, vamos considerar que não podem repetir, assim, veja a probabilidade de você ganhar em cada prêmio:
Praticamente, a chance de você ganhar, isoladamente, em cada prêmio é o mesmo 0,01%, assim, a chance de você ganhar em um dos prêmios é a soma das 5 probabilidades:
P(1) + P(2) + P(3) + P(4) + P(5) = 0,01% + 0,01% + 0,01% + 0,01% + 0,01% = 0,05%

Centena

Utilizando o nosso número, 2009, você pode apostar na Centena. Ganha se você acerta o número 009, a aposta pode ser na cabeça ou do 1º ao 5º prêmio, nesse tipo de aposta os números variam de 000 a 999, então será 1.000 possibilidades. Se a aposta for do na cabeça, sua chance será de 0,1%:
Se a aposta for do primeiro ao quinto a probabilidade será o quíntuplo:

Dezena

Ainda com o número 2009, podemos jogar na dezena podendo ser na cabeça ou 1º ao 5º. Serão sorteados números de 00 a 99, são 100 possibilidade. A chance de dar o número 09 é 1%:
Se a aposta for do 1º ao 5º, a probabilidade será o quíntuplo:

Duque de Dezenas

O duque de dezena é quando você aposta dois números, por exemplo, no número 2009, você pode apostar o número 20 e o número 09. Você só ganha se as duas dezenas saírem entre os 5 prêmios. Temos 5 sorteios cujas dezenas podem se repetir e a ordem que aparecem não importa. A quantidade de possibilidades é uma Combinação com repetição de 100 números agrupados 4 a 4:
O total de possibilidade de resultados de Duque de Dezenas é 91.962.520, as possibilidade de dá 20 e 09 entre os 5 sorteios é:
Possibilidade de sair cada um dos números uma única vez:
Possibilidade de um dos números ser sorteado duas vezes e o outro uma vez:
Possibilidade dos dois números serem repetidos:
O total de possibilidades de ser sorteados é 3.294.700 (3.234.000 + 60.600 + 100). Assim, podemos verificar que a possibilidade de ganhar no Duque de Dezenas é 3,6%:

Terno de Dezenas

No terno de Dezenas você só ganha se apostar 3 dezenas e as três saírem entre os 5 sorteios, o cálculo é similar ao Duque de Dezenas, vou deixar por sua conta. Para os apostadores de plantão, aviso que as chances são menores do que ao Duque de Dezenas.

Grupo

É uma aposta muito simples. Você escolha uma animal, cada animal representa uma grupo de 4 dezenas. Por exemplo, você pode aposta no cachorro que é o grupo dos números 17, 18, 19 e 20. Você pode acertar na cabeça ou cercar do 1º ao 5º. Se jogar na cabeça a chance é:
A chance de você acertar entre os 5 sorteios é o quíntuplo:

Duque de Grupo

Também é simples. Você escolhe dois grupos de animais, por exemplo, cachorro
(17, 18, 19 e 20) e galo (49, 50, 51 e 52), você ganha se entre os 5 sorteios tiver, ao menos, uma dezena de cada grupo. A quantidade de possibilidades é uma Combinação com repetição de 25 números agrupados 5 a 5:
O total de possibilidade de resultados de Duque de Grupos é 118.755. As possibilidades de dá cachorro e galo entre os 5 sorteios é:
Possibilidade de sair cada um dos grupos uma única vez:
Possibilidade de um dos grupos ser sorteado duas vezes e o outro uma vez:
Possibilidade dos dois números serem repetidos:
O total de possibilidades de ser sorteado é 49.335 (46.000 + 3.312 + 23). Assim, podemos verificar que a possibilidade de ganhar no Duque de Dezenas é 41,5%:

Terno de Grupos

A aposta de terno de grupo você deverá apostar em três grupo e, ao menos, uma das dezenas de cada um dos três grupos deverão sair entre os 5 sorteios. Vou deixar esses cálculos para você fazer, de antemão, as possibilidades serão menores que a de Duque de Grupos.
Por fim, outro jogo que muitas pessoas gostam de fazer uma fezinha é a Mega Sena. Jogo da Loteria Federal e oferece milhões em prêmios. Você aposta entre 6 e 15 números, entre 1 e 60, e ganha se acertar entre 4 e 6 números, a premiação é de acordo com o número de acertos, quanto mais números acerta, maior é a premiação e cada sorteio são sorteados 6 dezenas.No próprio volante da Mega sena informa as probabilidades de acertos.
Se apostar 6 dezenas a chance será de acerta as seis dezenas. A probabilidade é tão pequena que nem vale apena colocar na forma de porcentagem.
Se quiser ver todas as possibilidades de ganhar na Mega Sena, acesse http://www1.caixa.gov.br/loterias/loterias/megasena/probabilidades.asp.

Outras probabilidades

A probabilidade de morrer num acidente de avião é 0,000001% (maior que ganhar na Mega Sena), a de morrer por um ataque do coração é de 20% e probabilidade de morrer por causa de um câncer é 14,3%.

Conclusão

Continue fazendo sua fezinha, mas não deixe de trabalhar e estudar achando que vai mudar de vida do dia pra noite, você está vendo que esses jogos não foram feitos para ganhar. Mas, se você ganhar, lembre-se de mim.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Alunos aprovados na 1ª fase da OBMEP 2009

Relação dos alunos aprovados na 1ª fase da OBMEP 2009 da nossa escola:

Nível 1

Aluno - Acertos
Carlos Henrique da Silva Vieira - 9
Eduardo Lucas Felix da Silva - 8
Erlane Evangelista da Silva - 7
Ewertton de Souza Nascimento - 8
Felipe Santiago Gomes de Lima - 8
Handelly Yonara Marinho de Barros - 7
Iago Cassimiro Aranjo da Silva - 8
Izabelly Monique da Silva Barbosa - 8
Jailson da Silva Joventino - 12
Janderson Pereira de Barros - 7
José Pedro da Silva Neto - 7
Khessya Camila da Silva - 7
Layane de Oliveira Alves Silva - 7
Luiza Santana de Gonzaga - 7
Márcio Rocha Rodrigues Júnior - 7
Maria Caolina da Silva Duarte - 7
Mirely Roberta Queiroz - 7
Miryan Viaçanã da Silva Brito - 8
Pablo Henrique Sigueira Silva - 10
Paulo Guilherme da S. Amarante - 8
Ramon Francisco Ferreira Reis - 8
Raniely Maria da Silva - 7
Rauane Maria Vieira - 7
Rayhã Soares da Silva - 7
Rhaynara Sthefany Santana Melo - 9
Rita Mirelly Floro da Silva - 7
Rogério Matheus Martins - 7
Rute Louise da Sila - 7
Shany Lira de Queiroz - 9
Sidney Oliveira da Silva - 8
Suzana Francisca Nascimento - 7
Tarcisio Ubiratan do Nascimento - 8
Thais Fernanda Aparecida Bacelar - 7
Vanderson Miller Gançalves - 8
Wellington da Silva Martins - 8

Nível 2

Aluno - Acertos
Andreza Rodrigues Almeida - 7
Bismarck Arthur Vieira Da Silva - 10
Bruno Maximiano da Silva Moura - 6
Bruno Thiago Félix dos Santos - 6
Claudemir Cavalcante dos Santos Júnior - 6
Cleiton Luan Pontes - 9
Danilo José da Cunha Santos - 7
Drieny Stefanya Barbosa - 6
Eduarda Tayna de Souza Alves - 7
Erika Gomes da Silva - 7
Fabrício Júnior - 7
Fernando Vitorino dos Santos Neto - 7
Glaucio Bezerra Gomes - 7
Hially Roberta Barbosa Costa - 9
Jesimiel barbosa Da Silva - 7
Josef Ramos de Oliveira - 9
Juliana Menezes da Silva - 7
Júlio Césas Gonçalves da Silva - 7
Leandro Cipriano da silva - 7
Luan Lima Alburquerque - 8
Macielly Cavalcante da Silva - 7
Marcela Ferreira de Oliveira - 6
Maria Júlia Lins Lemos - 7
Miquéias Vicente de Santana - 8
Nielson José Bezerra da Silva - 7
Priscila Luana Belmiro da Silva - 7
Raysa Laleska Muniz - 8
Rebeka Tertuliano da Silva - 8
Rita de Cássia Berbpsa de Lima - 7
Rodrigo Vitorino - 10
Rua Carlos Silva Benício - 9
Stefany Amaral Rodrigues - 8
Sthefani Gleiciane dos Santos Pereira - 6
Thais Mayara Ferreira Santos - 9
Thaynan Millena Muniz da Silva - 8
Thaynara Carla dos Santos Silva - 7

Nível 3
Aluno - Acertos
abrahão José batista Júnior - 9
Alyne Michelle Barbosa da Silva - 7
Anderson Macedo Barbosa - 8
Anna Clara de Carvalho - 8
Ayala Primo Aguiar - 8
Daniel Lima da Silva - 7
Danillo André Rocha e Silva - 7
Danilo Oliveira de Santana - 9
Ernande Oliveira Angelo Neto - 7
Felipe Alves da Silva - 8
Gabryella Tertuliana G. G. Garcia - 7
Giovana Rodrigues de M. Lima - 7
Henrique Souza dos Santos - 9
Janaina Talita da Silva Barbosa - 8
Jessé Félix de Melo Silva - 7
Jhonata Silva de Oliveira - 7
Jhonatan Pimentel Correia - 8
Jullyanna Nayara G. Freire - 7
Keydlla da Silva Gonçalves - 9
Klaythiane Rafaela Silva - 8
Leonardo Soares de Medeiros - 9
Lorrane Karla Silva Ferreira - 7
Luana Layza Prysthon de Melo - 8
Maria Ariele de Fontes Silva - 9
Marylane Gomes da Silva - 7
Mayara Felix Bezerra do Amaral - 8
Moises Alves da Silva - 9
Palloma Nogueira dos Santos - 8
Rafael Nicolau da Silva - 8
Ricardo André do Nascimento - 8
Roberta Florencio Alves - 7
Tamires Farias Torres - 7
Tayrone Felix Candido - 8
Thais Cristina da silva Freira - 7
Valdi Hemetério de Souza - 8

Parabéns, no dia 24 de outubro será aprova da 2ª fase, o local ainda será divulgado, estudem!

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

A beleza da Matemática

Esta postagem foi tirada de parte de uma postagem do blog "Um Passo ao Céu" do artigo "A beleza da Matemática", veja:



101%

De um ponto de vista estritamente matemático:

O que é igual a 100%?

O que significa dar MAIS que 100%?

Já pensou sobre aquelas pessoas que dizem
estar dando mais do que 100%?

Todos já estivemos em situações em que alguém quer
que você DÊ MAIS DO QUE 100%.

O que acha de ALCANÇAR 101%?

O que se iguala a 100% na vida?

Aqui está uma pequena fórmula matemática que
pode ajudar a responder a essas perguntas:

se

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

For representado como:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26.

se

*H-A-R-D-W-O-R-K (trabalho duro)

*8+1+18+4+23+15+18+11 = 98%

e

*K-N-O-W-L-E-D-G-E ( conhecimento)

*11+14+15+23+12+5+4+7+ 5 = 96%

mas

*A-T-T-I-T-U-D-E (atitude)

*1+20+20+9+20+21+4+5 = 100%

ENTÃO, veja aonde o amor de Deus o levará:

*L-O-V-E-O-F-G-O-D (amor de Deus)

*12+15+22+5+15+6+7+15+4 = 101%

Portanto, pode-se concluir com certeza matemática que:

Enquanto Trabalho Duro e Conhecimento o levarão perto de 100%

e Atitude o levará até 100%,

é o Amor de Deus que o colocará no topo! 101%

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Simulado do ENEM

Indicação para quem deseja estudar para o ENEM.
http://www.degracaemaisgostoso.info/2009/06/simuladao-enem-guia-do-estudante-2009/

terça-feira, 7 de julho de 2009

A matemática dos mendingos


Um sinal de trânsito muda de estado em média a cada 30 segundos (trinta segundos no vermelho e trinta no verde). Então, a cada minuto um mendigo tem 30 segundos para faturar pelo menos R$ 0,10, o que numa hora dará: 60 x 0,10 = R$6,00.
Se ele trabalhar 8 horas por dia, 25 dias por mês, num mês terá faturado:
25 x 8 x 6 = R$ 1.200,00.
Será que isso é uma conta maluca?
Bom, 6 reais por hora é uma conta bastante razoável para quem está no sinal, uma vez que, quem doa nunca dá somente 10 centavos e sim 20, 50 e às vezes até 1,00.
Mas, tudo bem, se ele faturar a metade: R$ 3,00 por hora terá R$600,00 no final do mês, que é o salário de um estagiário com carga de 35 horas semanais ou 7 horas por dia.
Ainda assim, quando ele consegue uma moeda de R$1,00 (o que não é raro), ele pode descansar tranqüilo debaixo de uma árvore por mais 9 viradas do sinal de trânsito, sem nenhum chefe pra "encher o saco" por causa disto.
Mas considerando que é apenas teoria, vamos ao mundo real. De posse destes dados fui entrevistar uma mulher que pede esmolas, e que sempre vejo trocar seus rendimentos na Panetiere (padaria em frente ao CEFET). Então lhe perguntei quanto ela faturava por dia. Imagine o que ela respondeu?
É isso mesmo, de 35 a 40 reais em média o que dá (25 dias por mês) x 35 = 875 ou 25 x 40 = 1000, então na média R$ 937,50 e ela disse que não mendiga 8 horas por dia.

Moral da História :
É melhor ser mendigo do que estagiário (e muito menos PROFESSOR), e pelo visto, ser estagiário e professor, é pior que ser Mendigo...
Se esforce como mendigo e ganhe mais do que um estagiário ou um professor.
Estude a vida toda e peça esmolas; é mais fácil e melhor que arrumar emprego.

Lembre-se :
Mendigo não paga 1/3 do que ganha pra sustentar um bando de ladrão.

Viva a Matemática!
Fonte: http://aboutanythingsm.blogspot.com

domingo, 31 de maio de 2009

O romance da dança com a matemática: primeiras notações


O romance da arte com a ciência dos números, figuras e funções ultrapassa a história da arte ocidental, se você considerar nessa matemática a produção estética encontrada na mãe-natureza. Basta observar: as plantas e árvores se desenvolvem por algoritmos, a espiral da concha no Nautilus cresce na proporção da razão áurea, a seção de um favo de mel tem o formato hexagonal que permite o máximo de armazenamento, os cristais apresentam uma delicada simetria. Os exemplos são numerosos onde beleza e eficiência andam de mãos dadas.

De fato, a matemática e os matemáticos, a arte e os artistas se misturam o tempo todo nas mais diversificadas práticas. Seus territórios se cruzam constantemente através da exploração de conceitos como os de topologia, caos, belo, proporção, forma, simetria, espaço, ritmo, fluxo, (des)continuidade, entre tantos outros. Na história da pintura, por exemplo, a construção da perspectiva está entre os mais importantes. Mais recentemente, vale recordar do pintor catalão Salvador Dalí (1904-1989), que tinha como fiel escudeiro o matemático Thomas Banchoff, pesquisador da Brown University, em Providence, nos Estados Unidos.

No Brasil, dos muitos artistas atuantes, a arquiteta Tania Fraga e a dupla Daniela Kutschat e Rejane Cantoni vêm se destacando, especialmente pelo interesse na relação do corpo com interfaces (luvas, óculos etc) e ambientes de outras dimensões. Tania Fraga, cuja obra se destaca nacional e internacionalmente, vem se dedicando à expansão e à consolidação da arte computacional no país, ao criar uma série de ambientes imersivos e virtuais. Apaixonada pela matemática, ela mesma estuda e faz a programação de suas obras, muitas vezes subvertendo os códigos para propor novas estéticas e/ou objetos possíveis apenas no mundo virtual, como os quarténios, objetos complexos dessa ciência. Entre seus trabalhos mais recentes estão: Fragmentos (2007/2008), obra-programa em inteligência artificial e esterioscopia (com óculos 3D) e Caracolomóbile, uma instalação interativa que será realizada durante um voo parabólico, dentro das atividades de pesquisa do grupo Space Art.

Já o Projeto OP_ERA, desenvolvido desde 1999 pelas artistas Daniela Kutschat e Rejane Cantoni, compreende uma série de ferramentas e ambientes de interação e imersão onde o corpo e a máquina entrelaçam-se em experiências simbióticas que exploram dimensões do espaço simultaneamente a sensações cognitivas. A primeira implementação da série é o espetáculo OP_ERA, realizado em 2001, durante a (extinta) mostra Dança Brasil 2001, do Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro. Concebido para a caixa preta do teatro, a plataforma de interação, as quatro telas de projeção e a malha de sensores transformou o palco num cubo sensível apenas às interferências da bailarina. Nas implementações seguintes do projeto, esse “cubo” seria “montado” e “remontado” de diversos modos, explorando relações específicas. Diferentes da primeira em um aspecto fundamental, as instalações seguintes se colocavam abertas à participação de qualquer um que se aventurasse a perceber mundos de outras dimensões, possíveis apenas com a ajuda dessas maravilhosas ferramentas artificiais.

Dançando números, figuras e funções

E no caso da dança? Qual o papel que um determinado conceito matemático pode ter na composição de uma coreografia? Que modos diferenciados de organização coreográfica se configuram a partir da presença de conceitos abstratos? Da mesma forma que a história da arte, a evolução da dança também pode ser pensada pelo ângulo da matemática. Coreógrafos a utilizam para criar composições que, por sua vez, produzem desenhos espaciais, implementando nas coreografias e na estrutura de gestos dos bailarinos, por exemplo, as ideias de harmonia e simetria, tão presentes no balé clássico.


fonte: http://idanca.net/lang/pt-br/2009/05/14/o-romance-da-danca-com-a-matematica-primeiras-notacoes/10534/


quarta-feira, 29 de abril de 2009

Dia Nacional da Matemática

A Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM) elegeu no dia 6 de maio o "DIA NACIONAL DA MATEMÁTICA", em memória do professor e escritor Julio César de Melo e Souza, conhecido como Malba Tahan. Neste dia, fica a sugestão de promover, em todos os estados brasileiros a realização de eventos comemorativos, com o objetivo de difundir a Matemática como área do conhecimento, sua História, possíveis relações com as demais áreas; e de colocar em discussão algumas crenças sobre o ensino atual de Matemática. Há um projeto de lei na Câmara Federal de autoria da Deputada Raquel Teixeira (por sugestão da SBEM) que institui no calendário oficial o dia 6 de maio como o "DIA NACIONAL DA MATEMÁTICA", é a PL 3482/2004.

Mas quem foi o professor Júlio César de Melo e Souza?
Nascido em 6 de maio de 1895 na cidade do Rio de Janeiro e falecido em 18 de junho de 1974, ao 79 anos de idade, em Recife, Formou-se Engenheiro (apesar do desejo do pai de que fosse militar) chegando ao Magistério Superior, tendo sido Professor Catedrático e Emérito. Publicou 120 livros, dos quais 51 eram referentes a matemática, entre eles, o livro mais conhecido, O homem que Calculava, em 1932, traduzido para o espanhol, inglês, alemão, italiano e esloveno. (Há uma versão online deste livro, clique aqui para baixar)
O mais curioso foi o motivo dele ter assumido o pseudônimo Malba Tahan!
No início do século XX, os jornaleiros dificilmente publicavam alguma coisa de autores nacionais, pois os livreiros e jornaleiros tiham medo ficar no prejuízo. Assim, Júlio César de Melo e Souza, resolveu criar uma figura exótica e estrangeira, Malba Tahan. Assim, ele passou a publicar seu livros sobre figuras árabes. Seus livros são bem ricos em informações da cultura árabe e o mais curioso foi que o máximo que ele chegou foi na Argentina. Depois de seus livros ficarem famosos e de revelar que quem escreveu foi um brasileiro e não um árabe, o então presidente, Getúlio Vargas, autorizou o professor a assinar na identidade o seu pseudônimo.
Uma dos mais famosos problemas do livro O homem que calculava é o Problema dos Camelos.

domingo, 22 de março de 2009

Uma visão matemática na explicação do azar

Ao passar por um dia difícil, daqueles em que o pão com manteiga tende a cair no chão, sujando a cozinha, todos os semáforos da cidade ficam parados no sinal vermelho ou, até mesmo, num momento extremo de azar, um balde com água suja cai de uma sacada justamente em sua cabeça, é tentador encontrar um culpado para os infortúnios do cotidiano. Na cultura ocidental, o engenheiro aeroespacial panamenho Edward A. Murphy é um dos personagens escolhidos para explicar o "azar".
Durante uma série de testes que não deram certo, em parte por falhas supostamente atribuídas a um assistente, Murphy teria dito que "se este cara tem algum modo de cometer um erro, ele o fará". O engenheiro mal podia imaginar o impacto que sua afirmação assumiria futuramente, dando bases para os adeptos da premissa de que "se algo puder dar errado, dará errado da pior maneira possível".
A professora de matemática Maria Cristina Bittencourt de Marques, do Imes (Instituto Municipal de Ensino Superior), de Catanduva, recebeu esta semana da reportagem da Folha da Região a tarefa de calcular, por meio da probabilidade, as possibilidades que situações tidas como "de azar" têm para ocorrer.
TRÂNSITO
No primeiro caso, Maria Cristina calculou as chances que um motorista tem de atravessar a rua Luís Pereira Barreto, no centro de Araçatuba, sempre com o semáforo aberto. Supondo que a velocidade do veículo seja de 36 quilômetros por hora, sempre constante, e que os três semáforos da via abram e fechem ao mesmo tempo, a probabilidade de o condutor atingir o feito é de somente 0,5%. Nesse caso, tenha paciência, pois todos os carros passarão pela mesma situação, devido às chances iguais.
INFORTÚNIO
Em outra situação hipotética, uma empregada doméstica muito desastrada sempre derruba dois baldes de água da sacada de um prédio quando limpa o apartamento durante o dia. Supondo que cem pessoas passem na calçada do local no intervalo médio da queda, entre elas você, as chances de ser atingido duas vezes pelos baldes é de somente 0,01%. A probabilidade é pequena, mas não pode ser descartada.
Por fim, Maria Cristina analisou o caso mais clássico da Lei de Murphy, que diz que uma fatia de pão sempre cai no chão com o lado da manteiga para baixo. Ela explica que algumas variantes precisam ser consideradas, como a altura da pessoa e do local em que ela está. "Uma fatia, ao cair, deveria dar duas voltas no ar, devido à fricção (atrito) da mesma com o ar e a força gravitacional que a puxa para baixo, para que a face sem manteiga ficasse voltada para baixo", explica.
Contudo, seria preciso que a fatia de pão estivesse, no mínimo, a uma altura de dois metros, para que fosse possível ela dar duas voltas no ar, tendo uma variante. Como a maioria da população tem menos de dois metros de altura, e geralmente passa a manteiga no pão em cima de uma mesa ou na altura da cintura, a probabilidade da fatia cair com o lado da manteiga para baixo é de 100%. Sim, ao tomar o café da manhã, separe um pano e álcool como precaução.
INEVITÁVEL
"A probabilidade é o ramo da matemática que estuda as chances de um determinado evento ocorrer. Sua utilidade e praticidade ocorrem porque o mundo está cada vez mais imediatista", ressalta Maria Cristina.
Sobre a questão de as pessoas se acharem "azaradas", ela diz que acredita mais na força de vontade e nas energias positivas, mas não descarta a probabilidade de que alguém realmente seja "azarado". "As chances de algo ocorrer são as mesmas para todos", completa.
Teste de Murphy só foi bem-sucedido no final
A polêmica Lei de Murphy surgiu quando pesquisadores, dentre eles o engenheiro aeroespacial panamenho Edward A. Murphy, verificavam os resultados de tolerância à força G (gravidade) por seres humanos. Murphy deveria apresentar os resultados do teste, contudo, os sensores que deveriam registrá-lo falharam exatamente na hora da análise. O teste deu certo mais tarde.
Em determinadas situações, a Lei de Murphy é constituída por princípios epigramáticos, enunciados a partir de uma percepção, observação ou ideia que, mesmo não sendo necessariamente verdadeira, alcança o status de lei como se comprovadamente o fosse. O tom sarcástico, satírico e espirituoso acompanha em parte as leis epigramáticas.
Muitas variantes, ao longo dos anos, foram sendo incorporadas à Lei de Murphy. Sem qualquer comprovação científica, viraram no mínimo causa para piadas entre amigos. Elas dizem que "todas as grandes descobertas são feitas por acaso", "a outra fila anda mais rápido" e "tudo que é muito simples acaba não sendo entendido". S.T.

sexta-feira, 13 de março de 2009

Mancala


O jogo Mancala (do árabe naqaala – “Mover”), também conhecido como jogos de semeadura é uma família com mais de 200 jogos. É são jogos africanos criados por volta do ano 2000 a.C. As variações do Mancala mais conhecidos são Oware, Kalah, Sungka, Omweso e Bao. Os jogos Mancala são muito importântes na sociedade africana e asiática, são comparados ao xadrez no Ocidente.



Objetivo


O objetivo do jogo é capturar o maior número de pedras.

O jogo começa em geral com 4 pedras em cada buraco. Sua jogada consiste em escolher um buraco, retirar suas fichas e distribui-las pelos outros buracos, uma por buraco, no sentido anti-horário (em algumas versões do jogo, no sentido horário). Quando você passa por sua mancala, você deixa uma pedra nela como se fosse um buraco normal. Mas a mancala do adversário você pula.

Se a última pedra distribuída cair na sua própria mancala, você joga de novo. E se ela cair em um dos seus buracos e ele estiver vazio, você leva para sua mancala não apenas essa pedra, mas todas as pedras que estiverem no buraco adversário exatamente oposto.

Quando os 6 buracos de um jogador estão vazios, o adversário coloca todas as pedras que estiverem na sua metade do tabuleiro em sua mancala. Somam-se então as pedras e quem tiver mais vence.
Confira um vídeo sobre este jogo:

Jogo Online


Há versões online deste jogo:
http://www.baitajogos.com.br/jogos/cartoon/mancala-snails.html





Fontes:











domingo, 15 de fevereiro de 2009

Rubik 360

Vocês já brincaram com o cubo mágico?





O inventor deste jogo, o húngaro Erno Rubik, 26 anos depois, criou outro quebra-cabeças, o 360.

O jogo tem o formato de uma esfera e desta vez, envolve conceitos da física, além da matemática e da lógica.

Dá uma olhada no vídeo abaixo, o jogo não é fácil! O vídeo não está em portugês, mas dê uma olhada no quebra cabeças. Afina lidade é colocar as bolinhas no buraco de mesma cor.

Mais informações, acesse http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/497876

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Qual é a graça?


Cristiano perguntou a Marcelo quantos anos ele tem. Marcelo que gosta de mostrar que é muito inteligente disse: tenho a diferença entre o período do primeiro mandato de Getúlio Vargas como presidente do Brasil e a a idade que Alexandre, Rei da Macedônia, filho do Rei Felipe II e da Rainha Olympia, tinha quando morreu.
Cristiano fez alguns cálculos e foi embora dizendo: -Falta muito tempo para você nascer!